Sem novas notícias, café desenha dia de estabilidade na Bolsa de NY; conilon tem queda

0

Preocupação no BR e na Colômbia sustentam preços

Imagem: Divulgação

O mercado futuro do café arábica segue operando com ajustes nos preços e sem grandes variações no pregão desta quinta-feira (13) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações do café arábica operam próximo da estabilidade após forte avanço no dia anterior.

“Os fundamentos permanecem firmes. Continua sendo maior a preocupação com a queda na produção mundial de café e com os entraves logísticos mundiais, que tornam o quadro ainda mais complicado. A irregularidade do clima, os estoques baixos e a forte alta dos insumos assustam os cafeicultores, que continuam arredios em vender o que resta de lotes da atual safra 2021/2022”, destacou a última análise do Escritório Carvalhaes.

Por volta das 12h41 (horário de Brasília), março/22 tinha queda de 60 pontos, negociado por 240,25 cents/lbp, maio/22 tinha baixa de 40 pontos, valendo 240,20 cents/lbp, 239,80 cents/lbp e julho/ tinha queda de 80 pontos, negociado por 238,55 cents/lbp.

Em Londres, o café tipo conilon opera com desvalorização. Março/22 tinha queda de US$ 31 por tonelada, valendo US$ 2251, maio/22 tinha baixa de US$ 21 por tonelada, negociado por US$ 2212, julho/22 tinha queda de US$ 17 por tonelada, valendo US$ 2204 e setembro/22 tinha baixa de US$ 25 por tonelada, valendo US$ 2191.

Notícias Agrícolas

Compartilhar:

Deixar um Comentário