Café: Nova York abre em queda e maio/21 volta a ser negociado na casa dos 130 cents/lbp

0

Em Londres, conilon também opera com baixas técnicas nesta 6ª feira

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta sexta-feira (5) mantendo as movimentações de quedas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Assim como foi durante toda a semana, o mercado abre o dia devolvendo parte dos ganhos expressivos e volta a ser negociado nos patamares de 130 centavos de dólar por libra-peso.

Por volta das 09h01 (horário de Brasília), maio/21 teve queda de 160 pontos, valendo 130,60 cents/lbp, julho/21 tinha baixa de 165 pontos, negociado por 132,40 cents/lbp, setembro/21 registrava desvalorização de 160 pontos, valendo 134,25 cents/lbp e dezembro/21 tinha baixa de 155 pontos, negociado por 135,90 cents/lbp.

Em Londres, o café tipo conilon também abriu o pregão com desvalorização. Maio/21 registrava baixa de US$ 13 por tonelada, valendo US$ 1393, julho/21 tinha queda de US$ 14 por tonelada, negociado por US$ 1413, setembro/21 registrava baixa de US$ 14 por tonelada, negociado por US$ 1428 e novembro/21 registrava baixa de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1441.

Segundo a última análise do site internacional Barchart, sinais de uma oferta global adequada segue dando suporte de baixas para o café. Ainda de acordo com a FNC, no acumulado do primeiro bimestre, a produção de café colombiana subiu 7%, a 2,18 milhões de sacas, enquanto as exportações avançaram 10%, a 2,34 milhões de sacas.

Mercado interno – Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 2,45% em Guaxupé/MG, valendo R$ 758,00, Poços de Caldas/MG registrou baixa de 2,67%, estabelecendo os preços por R$ 728,00, Patrocínio/MG teve queda de 0,66%, valendo R$ 750,00, Campos Gerais/MG registrou queda de 1,31%, valendo R$ 751,00 e Franca/SP teve baixa de 1,30%, estabelecendo os preços por R$ 760,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 2,53% em Guaxupé/MG, valendo R$ 809,00, Poços de Caldas/MG registrou baixa de 2,48%, valendo R$ 788,00, Patrocínio/MG registrou queda de 0,62%, valendo R$ 800,00 e Campos Gerais/MG finalizou o dia com baixa de 1,22%, estabelecendo os preços por R$ 811,00.

Notícias Agrícolas

Compartilhar:

Deixar um Comentário